Cupim
Cupim Praga
Organização social dos Cupins
O ciclo de vida dos cupins
Os ninhos de Cupim
Cupins em ambientes rurais
Cupins no ecossistema
Características dos ninhos de cupim
Danos causados às pastagens
Combater cupins em áreas rurais
Cupim em ambiente urbano
Cupim de madeira seca
Como evitar Cupim de Madeira
Cupim subterrâneo
Como evitar Cupim subterrâneo
Dedetização Cupim
Cupim arborícolas
Considerações cupim
FAQ - Cupins
Contato

 

 
Os textos contidos neste site possuem direitos autorais. Sua cópia total ou parcial, sem autorização expressa, resultará em medidas judiciais cabíveis.
 

Dedetização Cupim

Vamos tratar deste tópico sobre a descupinização, ou seja, a dedetização de cupim, que propiciará a eliminar o cupim.

Cupim Subterrâneo

Uma vez que a infestação já se instalou, algumas medidas podem ser tomadas:

a) Remoção dos ninhos: a remoção de ninhos só é aconselhada no caso de cupins da espécie Coptotermes gestroi, que constroem ninhos grandes e individuais, possíveis de ser identificados. Nesse caso, deve-se procurar em locais propícios à infestação, como vãos, paredes duplas ou lajes duplas. É importante ressaltar que a remoção pode não ser completa e após um tempo, a construção sofrerá nova infestação.

b) Tratamento da madeira: pode-se tratar a madeira infestada através da aplicação de inseticida por pincelamento ou pulverização. Essa medida deve ser praticada por um profissional qualificado (descupinizadora) que faça uso de inseticida registrado no Ministério da Saúde para esse fim. Assim mesmo deve-se ter cautela, pois os inseticidas utilizados são tóxicos e permanecem no ambiente por longo tempo após sua aplicação.

c) Barreira Química: a barreira química consiste na perfuração do piso ao longo de todo o perímetro da construção infestada e injeção de inseticida. Assim, forma-se uma barreira química que evita o acesso dos cupins subterrâneos à residência. As perfurações devem ser encobertas com massa logo após a aplicação do produto. Deve-se tomar especial cuidado com encanamentos, cisternas e caixas d’água, pois o risco de contaminação é alto. Essa medida apresenta alguns inconvenientes, como a perfuração da construção por meio de brocas e furadeiras. Assim, deve-se conhecer previamente a planta da construção a ser tratada. Uma das desvantagens desse método é que a colônia não é eliminada, ela apenas é mantida afastada da construção, podendo haver reinfestação após o período de ação do inseticida. Esse método de combate, quando necessário, deve ser feito com extrema cautela pois apresenta sérios riscos de contaminação do solo da região. Assim, deve-se exigir um profissional qualificado, que faça uso de inseticidas registrados junto ao Ministério da Saúde.

f) Uso de iscas: trata-se de um método moderno e eficaz, mas que infelizmente é pouco usado no Brasil. Essa técnica consiste em colocar no local infestado iscas de material celulósico contendo inseticida. Os operários que se alimentarão dessas iscas não morrerão imediatamente e distribuirão o inseticida aos demais membros da colônia. Assim, toda a colônia pode ser eliminada. Uma das grandes vantagens desse método é que ele contém baixo risco de contaminação do ambiente, mesmo sendo eficaz contra os cupins.

Cupim de Madeira Seca

No caso de infestações severas de cupim, aconselha-se a substituição da peça, pois raramente a colônia será totalmente extinta. Para infestações moderadas, aconselha-se a injeção de inseticida (descupinização) através dos orifícios deixados pelos cupins. A quantidade do produto a ser utilizada deve ser meticulosamente calculada, pois um excesso de inseticida pode causar contaminação do ambiente e uma quantidade baixa pode ser insuficiente para exterminar toda a colônia, o que resultará em reinfestação após algum tempo. Assim, deve-se procurar um profissional(descupinizadora) qualificado que faça uso de produtos adequados para esse fim. Deve-se ter cautela nesse tipo de procedimento, pois os inseticidas são tóxicos para o homem e para os animais e permanecem ativos no local por um longo tempo após sua aplicação.

Métodos caseiros para o combate

Não existem métodos caseiros de eficiência comprovada para o combate aos cupins. Muitas pessoas indicam a aplicação de querosene na peça de madeira afetada. Há que se considerar, no entanto, que esse produto não elimina a colônia, pois não possui ação inseticida, podendo ainda danificar a peça e não esquecendo que é um produto de alta combustão.

Por isso a contratação de profissionais especializados se faz necessário.

 

Todos os Direitos Reservados a Cupim .net.br