Cupim
Cupim Praga
Organização social dos Cupins
O ciclo de vida dos cupins
Os ninhos de Cupim
Cupins em ambientes rurais
Cupins no ecossistema
Características dos ninhos de cupim
Danos causados às pastagens
Combater cupins em áreas rurais
Cupim em ambiente urbano
Cupim de madeira seca
Como evitar Cupim de Madeira
Cupim subterrâneo
Como evitar Cupim subterrâneo
Dedetização Cupim
Cupim arborícolas
Considerações cupim
FAQ - Cupins
Contato

 

 
Os textos contidos neste site possuem direitos autorais. Sua cópia total ou parcial, sem autorização expressa, resultará em medidas judiciais cabíveis.
 

Como evitar Cupim de Madeira

Algumas medidas preventivas podem ser tomadas de modo a se evitar uma infestação por cupins de madeira seca.

a) Uso de telas:
A instalação de telas em janelas e portas, por exemplo, é uma medida simples que evita a entrada de reprodutores alados (“siriris” ou “aleluias”) durante as revoadas.

b) Utilização de madeiras nobres:
Madeiras nobres, como peroba, ipê e aroeira são mais resistentes aos ataques dos cupins. Entretanto, essa não é uma medida tão simples de ser tomada, pois essas madeiras são extremamente caras e escassas no mercado, sendo consideradas em extinção para a comercialização devido à sua exploração exagerada.

c) Utilização de madeiras tratadas:
Pode-se utilizar madeira de reflorestamento que esteja previamente tratada com produtos que impermeabilizam a madeira, evitando o ataque dos cupins. O tratamento da madeira é um processo eficaz, que pode ser feito de três formas:

• Aspersão: pulveriza-se o inseticida sobre a madeira ou peça;
• Pincelamento: o inseticida é várias vezes pincelado sobre a superfície da peça;
• Imersão: mergulha-se a peça em um tanque com inseticida.

O tratamento da madeira geralmente mostra-se eficaz como medida preventiva contra o ataque de cupins, entretanto, tal procedimento jamais deve ser realizado por um leigo ou com produtos que não sejam indicados para esse fim, pois o risco de intoxicação é alto.

 

Todos os Direitos Reservados a Cupim .net.br